2 de fev de 2009

Até logo.

Levarei comigo as tuas desculpas esfarrapadas, teu sorriso desajeitado e tua falta de iniciativa.
Colocarei na mala todas as vezes que meu olhar não encontrou teu olhar perdido.
Enterrarei nas areias do deserto aquilo que eu mais gosto em ti.
Deixarei tudo lá.
Queimando e derretendo no frio das noites estreladas.

Não me espere a mesma.
; )


“Nosso amor não deu certo
Gargalhadas e lágrimas
De perto fomos quase nada
Tipo de amor que não pode dar certo na luz da manhã
E desperdiçamos os blues do Djavan
(...)
Nosso amor é bonito
Só não disse ao que veio
Atrasado e aflito
E paramos no meio
Sem saber os desejos
Aonde é que iam dar”

6 comentários:

Betânia Dutra disse...

saudade!
volta melhor, volta tu, amplificada, linda e maravilhosa!
te amo!
beijo!

petit disse...

oh querida
tava torcendo por ti
espero q tudo se ajeite em qualquer canto do planeta
q teu coraçao cessa pela espera e coisas boas venham
peço o mesmo pra mim
a gente tem q parar de esperar coisas que talvez n estejam no momento certo
dias lindos p ti ...q tu voltes tudo
eu vou tentar voltar tudo tb
bjs

cles disse...

... Não me queixo

helena agra. disse...

oi amor! eu tou bem, e tu? tou com saudades... por onde anda?

bjs

Silvana Bronze disse...

Muito lindo! muito fluido. Vibrante na escolha das palavras, das rimas das idéias passadas.

manu. disse...

TABLÁFT!