1 de mar de 2009

Barba, cabelo e bigode.

Chega mais perto. Solta esse violão que tu usa de escudo e de espada. Olha fundo nos meus olhos. São olhos sem folêgo.
Consegue ver?
Chega mais perto então. Brincar de amizade eterna não é comigo. Eu sou urgente. O pra sempre não me interessa.
Tu vai me desmontando aos poucos. Me deixando sem armas. Sem fala.
Quase núa
Posso esperar. Mas esperar cansa.
E não fala mais em ir embora amanhã. Eu quero hoje. O futuro só interessa os fracos.
Vamos ver o sol nascer e se pôr. Aqui, alí ou em qualquer lugar.
Só enquanto a lua reina.
Chega mais perto.

"me diz o que é o sufoco que eu te mostro alguém
afim de te acompanhar
e se o caso for de ir a praia
eu levo essa casa numa sacola.."

4 comentários:

klinsffelter disse...

Ótimo. As vezes criamos paredes para ñ enxergarmos o que esta à frente dos olhos. Precisamos de um sacode para despertar.

Klinsffelter

Rody Cáceres disse...

nossa quanta urgencia...adorei...parece que tu vai arancar a roupa do incauto...abracao...

larissa disse...

Los Hermanos em boa hora!
Muito bom.

Mr. Rickes disse...

Quanta atitude! Somente a paixão para despertar tamanha sede.