26 de jan de 2009

"Pornografia" em quatro estações.

Vendo seu reflexo no espelho, Catarina sorriu.
O outono já acontecia nas ruas e um tapete de folhas cobria a calçada.

Em dias frios e ventosos como aquele, ela costumava se sentir mais bonita.
Suas faces brancas avermelhavam e contrastavam com os cabelos mais escuros.

Em volta do pescoço o velho cachecol. Nos ouvidos tocava Bob Dylan.
She makes love just like a woman ele dizia.

E ela sabia que fazia.
Fazia amor, sexo, trepava, transava.
Como uma louca.
E era justamente nestes dias cinzentos que ela queimava por dentro.

Catarina saiu de casa decidida.
Seu corpo estremecia e lhe fazia lembrar que o inverno estava próximo.
Pensou em subir de volta. Fazer um chá e aquetar a alma.
Desistiu dois segundos depois.
Ela queria sim, um bom vinho e um corpo ao seu lado.

Depois de 15 minutos de transporte público, Catarina desceu em seu bar de sempre. Pediu o vinho de sempre e esperou o cara de sempre.
Este não veio.

Mais 20 minutos. Mais duas taças de vinho.
O celular tocou.
Um outro cara que ela conhecera a pouco tempo.
Ele era bonito, inteligente, charmoso. Gostava de Dylan.
Chegou encasacado e de cachecol.
Cachecol era sexy. Ela sempre achou.

Conversaram mais uma garrafa de vinho. Deram meia duzia de beijos.
Meus pais foram pro sitio. Ele lembrou.

O chão da sala virou cama.
Beijos e amassos se misturavam com gemidos molhados.
Seus corpos se uniram de tal forma que viraram um só.
Ela sentia latejar suas pernas, sua barriga, sua nuca.
Parecia que tudo gozava ao mesmo tempo.

Depois de 4 horas não se escutava mais nada além
da respiração ofegante dos dois.
Desabaram em um sono único.

Catarina desapareceu na neblina invernosa que assustava a manhã de outono.
Ela transpirava verão e sorria primavera.

6 comentários:

PETIT disse...

NOSSA
MAS TA EMOCIONANTE ESTE BLOG
SÓ SEXO SEXO
COISA BOA

cles disse...

Deu saudade do inverno e suas delícias.

Everton "Merlin" Soares disse...

Belo blog!Parabéns!

larissa disse...

adorei

Anônimo disse...

"Conversaram mais uma garrafa de vinho" é uma frase genial ... "Seus corpos se uniram de tal forma que viraram um só" já deve ter sido escrito umas 100 bilhões de vezes ... as quatro estações entraram no texto a marteladas ... seria mais bonito se não fosse um texto preguiçoso ...
To protect you and defend you, whether you are right or wrong (?)... it ain't me, babe

Anônimo disse...

lindo!